top of page
  • GDV Engenharia

Quais são os diferentes estilos de construção?

Ao decidir contratar uma construtora em Campinas para realizar o sonho de ter sua própria casa, existem diversos aspectos que precisam ser considerados. Nesse sentido criado em parceria com a Imobiliária em Itajaí, especializada na venda de imóveis decorados e mobiliados, TAB Imóveis, vamos falar mais sobre o estilo da decoração e construção e de suas variáveis.


Portanto, independente se você vai construir do zero ou realizar reformas em Campinas, é importante conhecer os estilos de construção, a fim de saber escolher qual é o ideal para seu perfil. Sendo assim, continue acompanhando o post de hoje até o fim e saiba quais são eles.


1. Estilo clássico


Originado na Grécia e Roma antigas, o estilo clássico é facilmente reconhecido por suas colunas, frontões e proporções harmônicas. Ele preza pela simetria e equilíbrio, oferecendo uma estética grandiosa e atemporal. No Brasil, edifícios de inspiração neoclássica surgiram no período colonial, evidenciando a influência europeia em nosso território.


2. Estilo gótico


Embora mais associado às catedrais europeias, o estilo gótico se caracteriza pelas abóbadas em ogiva, vitrais coloridos e pilares esbeltos. Essa abordagem, nascida na Idade Média, é marcada pela verticalidade, buscando sempre alcançar os céus, traduzindo uma espécie de devoção celestial.


3. Estilo moderno


À medida que avançamos no tempo, a era industrial trouxe inovações tecnológicas que deram origem ao estilo moderno. Este é caracterizado pela funcionalidade, simplicidade e pelo uso de materiais como o concreto armado, vidro e aço. O modernismo, que teve grande destaque com nomes como Oscar Niemeyer no Brasil, busca romper com o ornamento excessivo, valorizando as linhas retas e as formas puras.


4. Estilo colonial


No contexto brasileiro, o estilo colonial remete às construções realizadas durante os períodos de descobrimento e colonização. Com raízes portuguesas, essas edificações são marcadas por janelas e portas em arco, telhados em duas águas e uso extensivo de madeira e adobe. Esse estilo é um testemunho vívido de nossa herança histórica.


5. Estilo sustentável


Nos tempos atuais, a preocupação com o meio ambiente levou ao surgimento do estilo sustentável. Mais do que uma estética, trata-se de uma filosofia construtiva. Ele prioriza o uso de materiais eco-friendly, sistemas de reaproveitamento de água, energia solar e técnicas que reduzem o impacto ambiental. Em Campinas, essa tendência tem ganhado espaço, refletindo uma crescente consciência ecológica.


6. Estilo industrial


Com uma pegada urbana e contemporânea, o estilo industrial celebra a estética das fábricas e armazéns. Ele se destaca pelo uso de materiais brutos, como tijolos à vista, estruturas metálicas aparentes e concreto. O minimalismo e a funcionalidade também são características deste estilo, que tem sido adotado tanto em ambientes residenciais quanto comerciais.


Dicas para escolher o estilo de construção


Escolher um estilo de construção pode ser um desafio, mas algumas orientações podem facilitar esse processo. Confira abaixo algumas dicas essenciais para ajudar na sua decisão:


1. Defina o propósito: Antes de tudo, determine a finalidade da edificação. Uma casa pode requerer um estilo mais acolhedor, enquanto um escritório poderia beneficiar de uma estética moderna.

2. Analise o entorno: Observe as construções vizinhas. Escolher um estilo que complemente a arquitetura local pode valorizar seu projeto e harmonizá-lo com o bairro.

3. Estabeleça um orçamento: Alguns estilos exigem materiais e técnicas mais caros. Defina um orçamento e veja quais estilos são financeiramente viáveis.

4. Pense verde: Independente do estilo, considere práticas sustentáveis. O uso de materiais eco-friendly ou a integração de tecnologias limpas, como painéis solares, são sempre acréscimos valiosos.

5. Conecte-se à cultura: Em locais com forte identidade cultural ou histórica, integrar elementos tradicionais pode enriquecer o projeto e estabelecer uma conexão mais profunda com a comunidade.

6. Consulte profissionais: Arquitetos e designers podem oferecer insights sobre tendências e adequações, além de auxiliar na visualização de como o estilo escolhido se adaptará ao espaço disponível.

7. Priorize o conforto: Independentemente da estética, lembre-se de que a funcionalidade e o conforto são essenciais. Certifique-se de que o estilo escolhido atenda às necessidades práticas da edificação.

8. Confie em seu gosto: Enquanto diretrizes e conselhos são úteis, não subestime sua intuição e preferências pessoais. Se um estilo particular ressoa fortemente com você, há uma boa razão para isso.


Portanto, agora que já conhece os principais estilos de construção e como escolher o seu, já pode conversar com sua construtora e outros profissionais de confiança. Dessa forma, terá a melhor orientação para garantir a casa que sempre sonhou.




2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page